segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Escola...

Semana retrasada as crianças foram sorteadas para interpretarem um livro. Por incrível que pareça, tanto o Gabriel como a Luíza foram sorteados em meio a tantas crianças para trazerem o Baú literário, no caso da Lulu e a Caixa mágica no caso do Biel. Tarefa dobrada pra mim que lí com o Biel o livro e pedi pra ele recontar a história, a Luíza já interpretou sozinha , mas mesmo assim tive que ler também pra ver do que se tratava a história pra poder botar junto com eles a mão na massa.
O livro do Gabriel era a história do Joãozinho e Maria, foi mais fácil, comprei jujubas, biscoitos e pirulitos e montei uma casa comestível que após a apresentação do Biel, as crianças da sala dele, caíram de boca, literalmente. O will montou a casa de isopor e eu decorei.
O livro da Luíza era mais complicado, o título era A máquina maluca, da Ruth Rocha. então, depois de lermos, relermos e pensarmos muito, decidimos confeccionar a máquina maluca com seus desejos bizarros rsrsrsr.
 A turma adorou pois a máquina da luíza acendia e piscava várias cores com as fibras óticas que colocamos.

Ambos os professores pediram o objetos pra deixar na sala pra servir de inspiração pros outros alunos, e o melhor de tudo é que os filhotes se divertiram muito com tudo isso.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Bagunça na cozinha.

Num final de semana desses, as crianças estavam meio entediadas, daí veio a ideia de chamá-las pra fazer um bolo. Olha o que deu!
Foi muito bacana e as crianças se divertiram. Ah! o bolo ficou delicioso, fizemos com recheio de brigadeiro e cobertura de chocolate.

12 de Setembro, reunião com os amigos:

Combinamos para o dia doze o repeteco do Macarrão a Carbonara do meu amigo Antônio. Dessa vez ficou marcado aqui em casa, mas será ele quem irá cozinhar rsrsrsr. Foi uma noite divertidíssima, regada a petiscos, vinhos, violão e muitas risadas enquanto o nosso cozinheiro preparava a massa...





Dia dez de Setembro.

Dia dez de setembro, acordei com uma notícia triste, meu tio Cleber havia falecido devido a uma parada cardiorrespiratória. Foi um dia muito triste pra todos nós. Uma parte boa da minha infância estava indo embora. As crianças sentiram muito, pois ele também brincava muito com a Luíza e o Gabriel. Expliquei pra eles que o tio Cleber foi morar no céu junto com o vovô Ary e a mãe dele, pois ele estava muito sozinho e sentindo falta dos irmãos e mãe dele e que agora ele estava feliz lá no céu. Eles choraram mas entenderam e passaram o resto do dia lembrando coisas engraçadas vividas com ele. Esse tio era especial e vai nos fazer muita falta sua presença física!
r

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Agosto: Dia dos pais, Niver da mãe e revendo os amigos.

Esse ano no dia dos pais, a escola das crianças, fizeram uma apresentação coletiva. os alunos do maternal até o segundo período apresentaram juntos uma musica e as crianças do primeiro ao quarto ano, tbm fizeram a mesma coisa. Ficou super legal, achei tão bonito, deve ter sido tão trabalhoso ensaiar tanta criança junto! mas foi tudo emocionante como sempre pras mamães como eu que babam pelos filhotes, papai também ficou todo orgulhoso dos pimpolhos.
No domingo, como de costume, acordaram cedinho pra surpreender o papai na cama, chegaram no quarto já se jogando junto com os presentes literalmente em cima do will, é tão bom ver isso!
Dia Dez foi niver da minha mãe e fomos pra Cataguases passar o dia com ela. Almoçamos juntos e a noite ainda teve um bolinho com salgadinhos pra cantarmos os parabéns:

Final de agosto, fomos a cidade de Barbacena, fui visitar uma amiga que eu não via há 23 anos e de quebra rever uma outra amiga que eu também já não via ha cinco anos. Acontece que quando eu era criança, eu morava em Pirapetinga, uma pequena cidade no interior de minas. Morei lá dos meus seis até os meus doze anos de idade( e me tornei amiga de Patrícia,mesmo depois de mudar pra diversas cidades, nunca perdemos contato e nos tornamos grandes amigas, sempre que posso dou uma fugida até Pirapetinga para vê-la). Após meu pai ser transferido para Rio Novo, onde eu tbm morei por dois anos, fui finalmente morar em Mar de Espanha, onde conheci essa minha outra amiga, a Marissa, nessa época eu já tinha uns quatorze anos.Pois bem, meu pai se aposentou e novamente nos mudamos pra Cataguases, continuei meu contato com as duas,Com a Patrícia por carta, telefone, visitas e com a Marissa, no começo a visitei algumas vezes no início mas depois apenas por carta.
Com o Face book, nos reaproximamos mais e um dia, visitando o face da Patrícia, vejo ela abraçadinha com o irmão da Marissa. Passei uma mensagem pra ela perguntando de onde ela conhecia a família da Marissa e ela me respondeu que estavam namorando e que ele foi trabalhar em Pirapetinga, e se conheceram por lá. Fiquei tão feliz, e surpresa de minhas duas melhores amigas, uma da infância e outra da adolescência se tornarem cunhadas, nunca poderia imaginar uma coisa dessas, o mundo realmente é pequeno. Então depois disso, promovemos o nosso encontro, nós três. Patrícia hoje está casada e grávida e Marissa? Marissa continua linda , continua a minha amiga fada, a minha amiga confidente... Amo demais as duas...





Julho: Férias, oba!


No mês de julho, fomos ao Rio de Janeiro passear com as crianças. Foi muito bom o passeio porque dessa vez, não só ficamos atrás de praia , que é o que a maioria dos mineiros fazem quando vão para o litoral, mas fomos conhecer mais a cidade, pude visitar museus, ir ao teatro, as crianças foram ao cinema, zoológico, circo e adoraram a aventura de andar de metrô kkkkkkkkkkkk. Aliás, crianças se diverte com tudo, pelo menos as minhas são assim rsrsrsrs.
 Fizemos um passeio bem família, foi uma final de semana bem bacana!
















No final do mês, fomos jantar no sítio de um amigo, ele nos chamou pra comer macarrão a Carbonara que é sua especialidade na cozinha, então fomos todos provar e aprovar o " Chef" que por sinal, cozinha muito bem.




Prometemos ter um repeteco, estava tudo uma delícia!

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Junho: Viagem, amigos e retorno.

O mês de junho foi um mês agitado.
Começamos o mês arrumando a mudança,matriculando as crianças na antiga escola e procurando casa pra morar em Ubá. Passei um dia inteiro por lá, com minha amiga e antiga vizinha, visitando casas e apartamentos mas não achava nada que agradava... até que ela para e pergunta:
_ Por que você não volta pro seu antigo apartamento? Ele está fechado e ninguém alugou depois de vcs...
Na hora fiquei muito feliz com essa ideia, voltar pro antigo A.P. seria a melhor opção, já que a escola das crianças fica em frente ao prédio e além de tudo, tenho essa minha amiga morando em frente no mesmo andar que eu e sempre nos demos tão bem! Poderíamos voltar nossas caminhadas, nossas noites de quinta onde sempre abríamos uma cervejinha ou um vinho pra tomarmos juntas e colocar a conversa em dia. Mas fiquei também apreensiva pois quando saímos de lá, a imobiliária tentou arrancar o que pode de nós e só não conseguiu o que queria porque tínhamos tudo documentado e fotografado, daí saímos de lá com a promessa de nunca morarmos onde a tal imobiliária estivesse administrando. Porém, minha amiga ligou pra dona do apartamento que também mora no prédio e nos conhece bem e contou pra ela que estávamos a fim de alugar o imóvel sem a imobiliária e ela prontamente alugou pra nós em particular. tudo acertado, mudamos, quero dizer, os móveis e o will, eu fiquei hospedada na casa de minha mãe com as crianças um mês para elas terminarem o semestre. na última semana de junho viemos de vez.
 No dia 18/06, deixamos mais uma vez as crianças com minha mãe e fomos eu e o Will para Petrópolis, estava acontecendo uma festa de colonos alemães e um amigo que mora lá nos disse que a festa fica muito boa todos os anos. É a Bauernfest e realmente a festa é incrível. Nos hospedamos num hotel super legal e curtimos bastante tudo, desde a festa em si como os pontos turísticos.




























No dia 25/06 foi o lançamento do livro de um amigo na cidade de Tocantins e fomos até lá dar um abraço e prestigiá-lo.






E o mês de junho passou rápido...