quarta-feira, 14 de abril de 2010

A gente vai levando...

É isso aí amigas, o que não tem remédio, remediado está, já dizia a minha avó paterna. Meu pai foi pra casa, mas pra acabar de se tratar por lá. Primeiro porque ele não queria ficar de jeito algum no hospital e segundo pela infecção que ele está nos rins, poderia agravar se ele viesse pegar alguma infecção hospitalar. O caso do meu pai, não tem mais jeito, infelismente. A infecção que ele tem, não cura, apenas estabilisa e dias ele estará bom e outros... O que importa é que ele está sendo tratado com muito carinho e  muito profissionalismo, o médico dele com o perdão da palavra, é F... ( soda) rsrs. um dos melhores da região. e tem uma amizade enorme com o meu pai, fora a paciência pois o meu pai tem hora que deixa qualquer pessoa traquila, nervosa. Mas, agora, dentro do que é possível, está tudo mais calmo.
 Eu também dei uma sumidona da net pois peguei uma baita infecção intestinal que juntou com a minha gripe e literalmente me nocalteou, fiquei derrubadinha uma semana. Agora, já estou bem melhor, voltei com força total, eu acho.
 Ontem o Biel foi tomar a vacina H1N1, a primeira dose, a segunda será daqui a trinta dias, chorooouuu, nossa! e como chorou. Só se calou diante de um pirulito que eu comprei pra ele. Hoje foi a vez da Lulu tomar e ao contrário do Biel, não fez nem careta pra agulha, essa minha menininha é forte, e também ganhou o tal pirulito por bom comportamento kkk, esses dois, tão iguais e ao mesmo tempo tão diferentes...

Um comentário:

mamã da princesa disse...

Melhoras para o seu pai.

Custa tanto ver os nossos filhos levar vacinas!
Embora seja para seu bem, claro, mas ainda assim custa e quando fazem um drama como o teu G e a minha M pior!

Beijinhos