terça-feira, 21 de setembro de 2010

Meses atrás...

Recebemos a visita de um amigo virtual que mora em Portugal. O Davide, uma pessoa super legal, que chegou num momento muito triste de nossas vidas, na semana da morte do meu pai.
Mas mesmo com tanta turbulência acontecendo, ele chegou e foi muito bom para todos nós o período que ele esteve por aqui.
Na verdade Ele é namorado de minha irmã e pretedem se casar ano que vem.
O Davide gostou tanto do Brasil que pretende voltar de vez em dezembro.
Procuramos passear bastante com ele, e fizemos ele esperimentar de tudo, caipirinha, goiaba, jabuticaba, agua de coco, e muitas outras frutas, também provou o tutu, a farofa, a mandioca, o quiabo,inhame,goiabada, doce de leite, canjiquinha, pão de queijo, enfim tantas coisas que voltou pra Portugal com uns quilinhos a mais.
Levamos ele na caichoeira, e num alambique pra ele ver como se fabricava uma cachaça de cana no modo bemmm artesanal. Lá ele também provou a garapa, e gostou tanto que no outro dia, na praça, ele comprou mais um copo do suco da cana bem geladinho.Com minha irmã, conheceu o Rio de Janeiro e tirou várias fotos no Corcovado, aos pés do Cristo Redentor, Foi também pra cidade de Cabo Frio, Paquetá, e pra um Hotel fazenda aqui perto de Ubá.
Ganhei de presente um xale de Viana linnnndo, licor de ginga que eu era doida pra experimentar e um legítimo azeite Galo que já acabou, snif!! :(.
 Ele trouxe pro meu pai um vinho do Porto, mas este está lá em casa, guardado e acho que não irão abrir tão cedo.
O Davide levou também muitos presentes nossos.
O will comprou uma garrafa de cachaça do alambique que fomos, uma envelhecida 10 anos.
a minha mãe deu licor de jabuticaba, a minha imã mais nova comprou chinelos havaiana e a lu, encheu o menino de chocolates garoto, paçoca ( que ele adorou), pés de moleque, doce de leite, goiabada e umas lembraças artesanais pra mãe dele.
Ele, comprou uma infinidade de chinelos pra família toda, cangas de praia também. Comprou muitos escapulários com a Santa Rita de cássia ( padroeira de Cataguases) e de Nossa Senhora Aparecida.
Fez muita amizade com o visinho de minha mãe que também é Portugues de Vila Verde.
Enfim, foram dias agradáveis que nos ajudou a superar o baque  que estávamos passando.
Obrigada Davide pela força e amizade.

Nenhum comentário: